PULSE Offices

Rio de Janeiro

Ficha Técnica

Área Total
1050m²
Área Construída
8250m²
Conclusão
2019

Projeto

Arquitetura
Jacobsen Arquitetura
Equipe
Paulo Jacobsen, Bernardo Jacobsen, Edgar Murata, Marcelo Vessoni, Christian Rojas, Fernanda Maeda, Eduardo Aparício, Julia navarro, Maria Caporale, Marina Budib, Marcela Guerreiro, Ricardo Castello Branco, Tatiana Kamogawa, Thammy Nozaki, Victor Gonçalves
Interiores
Jacobsen Arquitetura
Construção
Mozak Engenharia
Iluminação
Peter Gasper
Imagens
Pedro Mascaro

Localizado no Jardim Botânico, um dos bairros mais exuberantes do Rio de Janeiro, o edifício PULSE comporta salas comerciais , com flexibilidade de área por unidade, espaços comunitários para reunião, auditório e café na cobertura com vista para o Cristo Redentor. No térreo temos espaços comerciais voltados para a rua e com estacionamento no subsolo.

A intenção estética foi criar um objeto estranho ao entorno, como um contraponto aos prédios vizinhos, em termos de forma, materiais e cores, indicando um momento de requalificação do bairro que já apresenta uma modernização de infraestrutura, comercial e imobiliária.
Propusemos assim uma construção translúcida e não completamente transparente. Um objeto etéreo e silencioso, mas que a noite se destacasse sutilmente, como uma lanterna de luz bem fraca, diferente dos prédios residências, que ficam apagados ou dos prédios comercias que possuem muita luz.

Para isso, utilizamos vidros especiais que possuem filtros de opacidade, que protegem da insolação, e vidros transparentes e móveis que pontuam a fachada, dando certa dinâmica ao minimalismo da construção e permitem a interação com a cidade e paisagem.

De forma a fragmentar a verticalidade da fachada e ampliar o conforto interno em relação ao calor e chuvas frequentes da cidade, utilizamos grandes beirais em alumínio preto fosco, permitindo o maior controle de luz e temperatura e consequentemente economia energética, diferente dos andares inferiores que receberam brises de alumínio e ampla fachada de vidro transparente voltada para a rua, de forma a criar independência do embasamento com a torre.

Painéis de madeira freijó nas paredes e piso em granito São Gabriel com acabamento escovado compõem a palheta de acabamentos interno, numa proposta de utilizar materiais naturais para humanizar e dar aconchego às áreas comuns e de circulação.

Share:

Próximo projeto Apartamento MER