São Sebastião - SP

Ficha Técnica

Área do terreno
554,00 m²
Área construída
400,00 m²
Conclusão
2007

Projeto

Arquitetura
Bernardes + Jacobsen Arquitetura
Equipe
Edgar Murata, Fabiana Porto, Gabriel Bocchile, Marina Nogaró
Interiores
Bernardes + Jacobsen Arquitetura (Eza Viegas)
Equipe
Veridiana Ruzzante
Iluminação
Studio iluz
Paisagismo
Gil Fialho
Fotos
Leonardo Finotti
2005_residencia_gr_2
2005_residencia_gr_3
2005_residencia_gr_4
2005_residencia_gr_5
2005_residencia_gr_6
2005_residencia_gr_7
2005_residencia_gr_8
2005_residencia_gr_9

A implantação do terreno de 580 m² com a proposta de uma construção que contivesse um programa extenso e, portanto com as necessidades de muitas aberturas para iluminação e ventilação em um terreno estreito entre duas outras construções no condomínio. Com isso poucos planos de fachada. Por isso a distribuição da planta é em três níveis com o pavimento de serviço semi enterrado, o pavimento principal (sala e dois quartos de hospedes) a meio nível acima do nível de chegada. E um pavimento alçado há um nível e meio do nível zero. Firmou-se como partido uma casa visualmente leve, com estrutura em aço com perfil de seção delgada pintada de branco. E grandes painés pintados de branco que se articulam de forma que se tenha a abertura máxima dos vãos.

Mínimo de pilares, transparência no nível da sala. Esse conceito possibilitou a integração do interno e externo. E a construção foi implantada em 2 blocos definindo duas áreas vazias, uma na frente da construção com o jardim de entrada e estacionamento de carros e o outro, que é o principal com um grande jardim interno privado contido pelos blocos da construção. Fluidez da circulação das pessoas sempre através das passarelas, sem limites, sem paredes. O que proporciona uma convivência lúdica aonde o que circula sempre entrevê os outros espaços. Alongar sempre o campo visual, sensação de aumento das dimensões com os materiais de acabamento sempre se repetindo. A especificação final é sintética com praticamente três ou quatro materiais, mais basicamente o uso de pedras mármores (sala, cozinha e jardim) e madeira nos quartos. Jardim central como eixo da casa, convergência de todos os espaços. Jardim central também com elemento mágico de acordo com o conceito japonês do engawa.

2005_residencia_gr_plantas_implantacao
2005_residencia_gr_plantas_terreo
2005_residencia_gr_plantas_superior
2005_residencia_gr_plantas_subsolo
2005_residencia_gr_plantas_cortes