Leblon, RJ

Ficha Técnica

Área do terreno
1.194,58 m²
Área construída
5.140,13 m²
Início
2016

Projeto

Escritório
Jacobsen Arquitetura
Equipe
Paulo Jacobsen, Bernardo Jacobsen, Edgar Murata, Marcelo Vessoni, Christian Rojas, Fernanda Maeda, Guilherme Pucci, Eduardo Aparício, Gustavo Borges, Thauan Miquelin
Interiores
Jacobsen Arquitetura
Equipe
Tatiana Kamogawa, Mariana Ferretti

Recebemos a responsabilidade de transformar o antigo colégio Saint Patricks, uma das mais fortes memórias arquitetônicas da década de XX do bairro do Leblon, em um empreendimento comercial.

A fachada, tombada pelo patrimônio histórico, foi o elemento central de onde o projeto tomou partido.

2020_comercial_guilhermina_01
2020_comercial_guilhermina_02a
2020_comercial_guilhermina_02b
2020_comercial_guilhermina_03

Como forma de renovação do edifício e baseado nas leis mais recentes de uso e ocupação do solo, propusemos uma construção nova preservando a fachada original do antigo colégio.

O projeto de restauração envolveu um intenso estudo sobre as patalogias em estagio avançado na fachada e posterior recomposição da volumetria original , obedecendo a forma e o material construtivo , bem como as caracteristicas técnicas necessárias para a compatibilidade entre material original e a intervenção.

2020_comercial_guilhermina_04

A partir da fachada , ritmada em blocos , delimitou-se o caminho e acessos ao público às 10 lojas no térreo. Acima, desenvolvem-se cinco pavimentos para salas comerciais com tipologias adaptapátveis e quatro subsolos para estacionamento.

Localizado em uma esquina das principais avenidas do bairro Leblon , o lote tem muita visibilidade e movimento.

Procuramos adotar uma arquitetura sútil que, através de jardins verticais e brises de madeira, não se impusesse à memória afetiva que a fachada do Sant Patricks remonta ao bairro. A Arquitetura da nova edificação funciona como um pano de fundo silencioso que valoriza o ritmo e os volumes do antigo.

2020_comercial_guilhermina_05
2020_comercial_guilhermina_06a
2020_comercial_guilhermina_06b

Soma-se a esta intenção , a decisão de arredondarmos e recuarmos a quina do volume em brise , diminuindo o impacto visual e de alguma forma reinterpretando a volumetria do bairro, com seus prédios dos anos 50.

2020_comercial_guilhermina_08
2016_mozak_guilhermina_plantas_terreo1
2016_mozak_guilhermina_plantas_terceiro_pavto