Nova Iorque - EUA

Ficha Técnica

Área do terreno
1858,5m²
Área construída
681,48m²

Projeto

Arquitetura
Jacobsen Arquitetura
Projeto de interiores
Jacobsen Arquitetura
Equipe
Paulo Jacobsen, Bernardo Jacobsen, Edgar Murata, Marcelo Vessoni, Francisco Rugeroni, Victor Gonçalves, Felipe Bueno, Gustavo Borges, Caio Ribeiro, Lucila Dib, Vinicius Yamashita, Marcela Guerreiro, Natalia Valente, Ananda Nunes
Paisagismo
Steven Yavanian Landscape Architecture
Iluminação
Maneco Quinderé
Automação
AHT Global
AV/AC
Lilker Associates Consulting Engineers
Estrutura
Structural Engineering Technologies
Construtora
Yoni Levy Y Levy Contracting Corp

A residência Cohen – Long Island foi um verdadeiro desafio para o escritório Jacobsen Arquitetura. O projeto seria implantado na ilha de Long Island, situada a sudeste do estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Essa localização nos impunha novas exigências em termos de adaptação às condições climáticas locais, considerando tanto o inverno frio e chuvoso, quanto o verão morno e úmido, característicos da região. As técnicas construtivas locais e os hábitos culturais também foram aspectos que tornaram mais complexo – e instigante – o desenvolvimento do projeto.

O terreno, em particular, está situado numa área calma e residencial de Long Island, possibilitando que a residência se aproveitasse da relação com a agradável arborização em seu entorno. Foi sugerido ao escritório que imprimíssemos nossa identidade arquitetônica ao projeto, levando em consideração elementos como leveza estrutural, luz natural, conexão com o exterior e privacidade.

Dessa maneira, buscamos a integração harmônica com a vizinhança em termos volumétricos, de modo que a residência não se destacasse em relação às construções vizinhas e se adaptasse ao clima local por meio da escolha de materiais e da especificação de sistemas infraestruturais. Como premissa projetual, partimos da criação de duas construções independentes – ao invés de uma casa grande – de maneira que a volumetria se distribuísse equilibradamente pelo terreno, aproveitando-se da implantação levemente elevada em relação ao nível da rua.

2020_residencia_uc_02

Ademais, o programa arquitetônico deveria contemplar as necessidades da numerosa família, concebendo espaços adequados para a sociabilidade dos moradores, incluindo áreas de lazer, ginástica, prática esportiva, trabalho, estudos e execução de tarefas domésticas. O projeto incluiria uma suíte máster, seis dormitórios, dois quartos de hóspedes com acesso próprio e duas áreas de estar independentes – sendo uma delas para usufruto da família, e outra voltada para recepções de caráter mais formal e social.

A configuração espacial da casa se compôs a partir de dois volumes integrados, internamente, por um foyer que permite a entrada de luz natural e, externamente, por um espelho d´água. Os volumes criados permitiram a distinção dos usos previstos para a casa: formal e descontraído. Separada dos demais cômodos, no primeiro pavimento, encontra-se a suíte máster, integrada verticalmente com a sala de estar, situada no térreo, de caráter solene. O ambiente foi dotado de uma grande estante de livros, mesa de reuniões e mini bar. Desenvolvemos a linguagem estética do espaço a partir da escolha de revestimentos, mobiliário e lustre impactante.

Por outro lado, o outro setor da casa congrega usos mais informais. No primeiro pavimento, estão situadas as seis suítes para uso da família, bem como os dois quartos de hóspede, com acesso separado. Já no piso térreo, criamos um espaço de estar mais descontraído, que conta com a presença de um grande sofá em formato de “L”, integrado à sala de jantar, cozinha gourmet e varanda coberta. O volume, ainda, contempla sala de leitura e pequeno escritório, além de espaços destinados à prática esportiva, com destaque para a quadra de basquete, pequeno pátio, sala de ginástica e deck. No pavimento inferior, localizam-se as áreas técnicas e de serviços.

A relação entre espaços interiores e exteriores foi uma característica buscada em todo o projeto. Trabalhamos essa integração por meio da criação de espaços abertos, mas cobertos, contíguos às áreas de estar e serviços. Grandes planos envidraçados contribuem para garantir o conforto térmico da residência e, ao mesmo tempo, alcançam boas condições de iluminação. A distribuição de frestas de luz em pontos estratégicos do projeto – como na área social familiar e na própria bancada de trabalho da cozinha gourmet – colaboram com a iluminação adequada do projeto, enfatizando o contato visual com a natureza circundante. Por sua vez, a privacidade dos dormitórios é garantida a partir do arranjo paisagístico que compõe o conjunto.

uc_implantacao
uc_terreo
uc_pavimento_inferior
uc_pavimento_superior